HistA?ria

Fundado em 30 de abril de 1996, por um grupo de amigos reunidos numa confraternizaAi??A?o, o Clube AtlAi??tico Deportivo (CAD), inicialmente foi planejado para disputar apenas competiAi??Ai??es amadoras. Entre 1996 atAi?? 2002, a equipe jogou apenas competiAi??Ai??es locais em Guarapuava (PR). Em 1997 o CAD sagrou-se pela primeira vez campeA?o guarapuavano. A conquista garantiu Ai?? equipe uma vaga na (extinta) TaAi??a ParanA? de Futsal, em 1998, quando o clube guarapuavano participou em Londrina da fase eliminatA?ria da competiAi??A?o. Esta foi a primeira competiAi??A?o estadual que a equipe disputou, alentando assim, o desejo por parte dos envolvidos com o clube de querer um algo a mais.

Em 2002, o clube conquistou a Copa Amocentro (tradicional competiAi??A?o entre municAi??pios da regiA?o centro-oeste do ParanA?) garantindo uma vaga na Chave Prata de 2003. ApA?s dois anos de tentativas, o CAD conquistou o acesso para a Chave Ouro do Campeonato Paranaense em 2005, ao sagrar-se vice-campeA?o da ‘segundona’ do salonismo paranaense, com uma equipe que mesclava jovens talentos do futsal local, como Alan, Dudu Silvestri, Evertom Lico; com jogadores experientes como Marcelo Portes, Ademir e o grande Ai??dolo, Daniel Baitala.

Em sua estreia na divisA?o de elite do paranaense, em 2006, o CAD terminou em oitavo lugar. No ano seguinte, o Deportivo encerraria sua participaAi??A?o, na nona colocaAi??A?o. Em 2008, o CAD nA?o avanAi??ou a segunda fase da Chave Ouro, terminando em 13A? lugar. Com isto, o projeto se reorganizou e em 2009, a diretoria reformulou os investimentos e a filosofia de trabalho, contando com a experiA?ncia do multi-campeA?o paranaense, o treinador Eduardo Pacheco Coelho (Baiano). Em bela campanha, o CAD chegou em quinto lugar na Chave Ouro daquele ano, um prenA?ncio que o caminho escolhido, privilegiando a profissionalizaAi??A?o gradativa de toda a equipe, era o correto.

Em 2010, o ano da virada do Clube AtlAi??tico Deportivo. Contando com o treinador Baiano no comando, a equipe sofreu a maior tristeza de sua histA?ria, com o falecimento precoce do atleta Robson, um dos lAi??deres daquele elenco, que perdeu a vida em um acidente de trabalho durante um jogo pelo Copa Guarapuava 200 Anos. Da dor da tragAi??dia ao apogeu da conquista, com um grupo qualificado e que contou com o apoio maciAi??o do torcedor guarapuavano, que imortalizou o CAD como o Time de Guerreiros, conquistando a Chave Ouro 2010 do Campeonato Paranaense, apA?s uma sAi??rie final memorA?vel contra o Cascavel Futsal.

Com seu nome no hall dos campeAi??es estaduais, o CAD seguiu com seu projeto e em 2011, a equipe chegou novamente entre os quatro melhores clubes do Estado, terminando em quarto lugar na principal divisA?o do salonismo estadual. Em 2012, o representante guarapuavano terminou na sexta colocaAi??A?o. O bom desempenho nas competiAi??Ai??es desde a fase profissional da Ai??equipe, com resultados sA?lidos dentro e fora das quadras, resultaram em um convite da empresa de material esportivo Poker, detentora de uma das vagas na Liga Nacional de Futsal para o CAD participar pela primeira vez, em 2013, da principal competiAi??A?o do salonismo brasileiro.

Convite aceito, mas com um plantel montado para as disputas da Chave Ouro, o CAD passou por um ano de muito aprendizado dentro e fora das quadras. Na Liga Nacional de Futsal, o Time de Guerreiros avanAi??ou para a segunda fase, terminando a competiAi??A?o em 13A? lugar. Com a difAi??cil tarefa de conciliar duas competiAi??Ai??es de alto nAi??vel, o CAD terminou a sua participaAi??A?o na Chave Ouro em um 14A? lugar, posiAi??A?o complicada ante a exigente torcida guarapuavana.

Se 2013 foi um ano de aprendizado, 2014 foi o ano de colocar em prA?tica pelo menos uma parte deste aprendizado. Assim, com um planejamento impecA?vel, o CAD avanAi??ou com tranquilidade para a segunda fase da Liga Nacional de Futsal e conseguiu alcanAi??ar o objetivo de terminar entre as oito melhores equipes da competiAi??A?o. A sexta colocaAi??A?o em uma das principais ligas do Mundo, colocou definitivamente Guarapuava no mapa do futsal nacional. Na Chave Ouro, o Time de Guerreiros fez uma campanha impecA?vel, conquistando o Campeonato Paranaense pela segunda vez, com apenas uma derrota ao longo de toda a competiAi??A?o e jogando um futsal que encantava pela beleza e ofensividade.

Com um torcida fiel e fanA?tica, o Clube AtlAi??tico Deportivo atualmente representa o orgulho de uma cidade e de uma regiA?o que acreditam na forAi??a do futsal. Um projeto que Ai?? coordenado por um Grupo Gestor altamente organizado, com diretrizes definidas e metas a serem cumpridas diariamente e que vA?o de encontro ao conceito profissional que o esporte de alto rendimento exige nos dias atuais, sempre buscando valorizar seus torcedores, patrocinadores, parceiros e profissionais que acreditam neste projeto.

OBJETIVOS 2015:

– Manter a base de jogadores, com as novas contrataAi??Ai??es incorporadas ao elenco, visando manter oAi??alto desempenho Ai??em quadra, buscando os melhores resultados nas competiAi??Ai??es disputadas durante o ano.

– O Clube estarA? participando doAi??40A? Torneio de VerA?o de Rio do Sul (SC), do 2A? Torneio dos CampeAi??es da FederaAi??A?o Paranaense de Futebol de SalA?o; da XLIA? TaAi??a Brasil de Clubes CampeAi??es/DivisA?o Especial; do Campeonato Paranaense de Futsal Chave Ouro; da Liga Nacional de Futsal e dos Jogos Abertos do ParanA?.

– Consolidar o nome da equipe e de Guarapuava entre as principais forAi??as do salonismo nacional, reforAi??ando sempre a imagem do clube, juntamente com seus patrocinadores e parceiros, para o pA?blico em geral.

– Valorizar os patrocinadores e parceiros da equipe.

– Fornecer um ambiente agradA?vel ao torcedor e sua famAi??lia quando estes comparecerem no GinA?sio Municipal de Esportes Prefeito Joquim Prestes.

– Participar de aAi??Ai??es que ajudem no desenvolvimento social e moral, junto a populaAi??A?o guarapuavana.

 

Guarapuava

Localizada na regiA?o centro-sul do Estado do ParanA?, Guarapuava estA? no trajeto entre a cidade de Curitiba e Foz do IguaAi??u, nas margens da rodovia BR 277, principal rota do Mercosul, que liga o porto de ParanaguA? ao Paraguai e Ai?? Argentina.

A cidade Ai?? servida por duas ferrovias, operadas pela ALL e pela Ferroeste, que interligam o porto Ai?? regiA?o oeste. O aeroporto de Guarapuava Ai?? equipado e homologado para vA?os por instrumentos (IFR) e pode operar aeronaves de mAi??dio porte, alAi??m de contar com o serviAi??o de abastecimento de aeronaves AVGAS e QAV.

AlAi??m da BR 277, o sistema rodoviA?rio Ai?? integrado pelo entroncamento daAi?? PR 170 e da PR 466, que fazem ligaAi??A?o com o sul do estado, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e tambAi??m com o norte do ParanA?, Mato Grosso do Sul e SA?o Paulo.

 

GinA?sio

A ‘casa’ do Clube AtlAi??tico Deportivo, Ai?? o GinA?sio Municipal de Esportes Prefeito Joaquim Prestes, que fica localizado no tradicional bairro Trianom e que possui capacidade de 2.540 pessoas sentadas. GinA?sio que possui as medidas oficiais do futsal (40 x 20 metros). Em 2014 a mAi??dia de pA?blico foi de 2.000 pessoas/jogo. A forAi??a da torcida guarapuavana Ai?? um dos pontos fortes da equipe.